Em destaque

Jogos Olímpicos de Londres 2012: reciclagem, promessa cumprida!

  • london2012-aquatic-center-2
  • Aquatics Centre Aerial_110208_032
  • Serge-Ferrari-Aquatic-center-recycling6
  • Serge-Ferrari-Aquatic-center-recycling4
  • Serge-Ferrari-Aquatic-center-recycling5
  • Serge-Ferrari-Aquatic-center-recycling3
  • Serge-Ferrari-Aquatic-center-recycling2
  • Serge-Ferrari-Aquatic-center-recycling1

Dados do projeto

• Arquiteto
Zaha Hadid Architects
• Chefes de projeto
Glenn Morley e Sara Klomps
• Consultoria
Tensys
• Fabricação / Instalação
Architen Landrell Associates (ALA)

  • • Membranas compósitas Serge Ferrari
    > Teto: Précontraint 1002 S2 Black out NPP (Sem Ftalato Plastificante): 18.000 m²
    > Fachada: Stamisol FT 381 NPP: 7000 m²
    • Número de lugares durante os Jogos Olímpicos 2012: 17.500
    • Número de lugares em capacidade standard: 2.500

  • London Aquatic Centre, Jogos 2012: estrutura majestosa concebida por Zaha Hadid, inspirada na geometria fluída da água em movimento.
    O teto espetacular, em forma de uma onda de 160 m de comprimento por 80 m de largura cobre a construção central. Estende-se para o exterior, como asas de uma arraia, através de duas estruturas temporárias realizadas com 25.000 m² de membranas compósitas Serge Ferrari que foram desmontadas e recicladas em conformidade com o contrato inicial.

    O London Aquatic Centre simboliza a abordagem ambiental do organizador: construir estruturas permanentes que serão utilizadas após o evento ou temporárias, se for este o caso.
    Assim, apenas a parte central (2.500 lugares) foi conservada como herança olímpica. As asas, que ofereciam uma capacidade de acolhimento suplementar de 15.000 lugares, foram desmontadas.
    Os 25.000 m² de materiais compósitos Serge Ferrari utilizados para a cobertura e paredes exteriores foram retirados, embalados e expedidos para a Texyloop® Ferrare (Itália), unidade de reciclagem operacional da Serge Ferrari, para gerar matérias-primas de segunda geração de baixo impacto ambiental.

    A desmontagem
    A desmontagem completa das asas da construção, iniciada no final de outubro de 2012, terminou em meados de janeiro de 2013. Os painéis da fachada de dimensão variável, em média de 20m x 6m e os painéis de cobertura, em média de 40m x7m, puderam ser desmontados graças ao sistema de fixação periférico. A flexibilidade e leveza dos painéis permitiram um armazenamento compacto com uma ocupação reduzida para otimizar o seu transporte até Ferrare.

    Resultados concretos e mensuráveis
    Com base nas Análises dos Ciclos de Vida realizadas por EVEA, a reciclagem do teto e das paredes via Texyloop® permitiu reduzir em 50% os impactos ambientais, produzindo 23 toneladas de matérias-primas de 2ª geração.

    Receber as ACV Précontraint 1002 S2 e Stamisol FT 381.
    Faça o download da News Especial infraestruturas esportivas

    Pinterest
    Contato

    À sua disposição
    no mundo inteiro

    Tem um projeto, uma pergunta ? As nossas equipes de vendas e de especificação estão à sua disposição no mundo inteiro para acompanhá-lo em seus projetos.
    Para contatar o consultor Serge Ferrari mais próximo de você, preencha o formulário "Um projeto, uma pergunta" ou clique no mapa.
    Produtos e Instalações

    Membranas compósitas Précontraint a serviço da arquitetura leve

    • Canopies-and-shade-structures-4-620x320
    • Temporary-and-mobile-structures-4-620x320
    • Stadium-covers-PRECONTRAINT-
FLUOTOP-T2-12-620x320
    • Fixed-permanent-buildings-10-620x320

    A linha Précontraint impõe-se como referência em termos de durabilidade servindo para a realização de estruturas e construções leves fixas ou desmontáveis.

    Apresenta características mecânicas únicas, bem como uma resistência muito eficiente à sujeira e ao envelhecimento, em função dos tratamentos de superfície à base de PVDF.
    Leves e duradouras, as membranas Précontraint também são 100% recicláveis, graças ao método Texyloop® da Serge Ferrari

    Acervo de fotos

    Arquitetura leve em imagens